top of page

Amores (in)temporais

Atualizado: 11 de dez. de 2021


Trago dentro do meu peito

um coração tingido

por várias paixões temporais

e no meu imaginário, amores intemporais

O homem em mim

quer a liberdade de ser-estar

E o poeta em mim, a candura dos instantes detidos na eternidade

Mas o homem e o poeta

foram feitos para habitar o mesmo Stefan.

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page