MAR no AMAR

Atualizado: 29 de mar.

Há rios que desaguam no Mar

Eu quero ser o que desagua em Ti

mas sempre com o mar como referência fluviátil

mas o certo mesmo é desaguar no delta da tua matriz feminina

e percorrer a distância entre nossos corações e nossas cinturas

passando pelo Lago das nossas emoções incandescentes

Ah, quem me dera ser essa corrente flutuante

e dos teus beijos evaporar para o fundo do oceano celestial

Eu aspiro ser Mar no acto de Amar

ser amor em si no Mar das nossas existências.


13 de Setembro de 2021

Stefan Florana Dick

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O teu silêncio machuca O teu silêncio fala e diz algo que não apazigua o meu coração O teu silêncio transmite frieza e distância Teu silêncio silencia a minha voz, as minhas vontades, as minhas div